Search

Mulheres em luta: por um Brasil sem violência e sem fome. Fora Bolsonaro!



Neste 8 de março de 2022 – o Dia Internacional de Luta das Mulheres, nós camponesas, nos juntamos com todas as outras do Brasil e do mundo para manifestar nossa indignação contra todas as formas de ameaças que colocam em risco a vida das mulheres e do povo trabalhador. Por isso, nos mobilizamos para exigir um Brasil:


SEM VIOLÊNCIA! A violência doméstica, política, institucional, sexual e obstétrica seguem nos matando. Assistimos diariamente a morte de mulheres, dentro de suas casas e carregamos o vergonhoso lugar de 5º país no mundo em feminicídio. Somos o país que mais mata mulheres trans e travestis. Não podemos permitir que a cultura do ódio, do preconceito e do machismo cresça e continue matando nossas mulheres, jovens e crianças.


SEM FOME! A fome atinge cerca de 19,1 milhões de pessoas no Brasil, e outras 116,8 milhões de pessoas convivem com algum grau de insegurança alimentar, ou seja, não conseguem ter todas as refeições diárias necessárias. Essa realidade é consequência da política econômica do governo Bolsonaro, que prioriza a produção de grão do agronegócio para exportação, enquanto a agricultura familiar que produz 70% dos alimentos da cesta básica, não tem apoio para aumentar a produção e garantir um preço justo ao consumidor.


FORA BOLSONARO! Não podemos continuar permitindo o desgoverno de Bolsonaro, que só atinge os mais pobres e a classe trabalhadora do campo e da cidade, pela falta de políticas públicas para a distribuição de renda, pela falta de emprego, pelo aumento da inflação, pela falta de moradia, pela retirada dos direitos, pelo desmonte das políticas ambientais, pelo negacionismo que agravou o quadro de pandemia e pelos constantes ataques à democracia.


Desejamos um país que tenhamos vida em abundância, onde nossas filhas e filhos cresçam com segurança. Desejamos um Brasil da esperança, da alegria e das famílias com emprego, renda e bem alimentadas.


Basta de machismo, fome e todas as formas de violência contra as mulheres!